Aprender, ensinar e ajudar
04 Mai 2021

Mario Luiz Gallas, engenheiro agrônomo, que há 37 anos atua na Van Ass Sementes, prima pelo conhecimento e por compartilhar com os demais profissionais da empresa o que aprendeu ao longo dos anos, tanto no trabalho como na maneira de encarar novos desafios. A trajetória que construiu na empresa, seu entusiasmo pelas novidades na agricultura, sua paixão pelo trabalho, o seu jeito simples de ser, sua dedicação à família e a disponibilidade de trocar experiências com seus colegas, o torna um grande profissional e uma pessoa inspiradora.

Nome: Mario Luiz Gallas

Idade: 64

Início na Van Ass Sementes: 1983

Setor que iniciou: Comecei como administrador e capataz nas lavouras de Antonius Van Ass, e logo em seguida fui responsável técnico na produção de sementes de Hermanus, Leonardus e João Van Ass.

Atividades desempenhadas: Executava as ordens do seu Antonius, contratava pessoas, fazia compras para as lavouras, comprava peças, pneus, regulava máquinas e equipamentos, fiscalizava as revisões das máquinas, verificava condições de semeadura, manejo de pragas e ervas. Além disso, efetuava os paga-mentos dos salários, adequava as doses dos defen-sivos, movimentava as contas nos bancos e a conta movimento Cotripal. Passei a fazer a documentação de sementes, vistoria de lavoura e aprendi a classificar e beneficiar as sementes com o João Van Ass, Valdelirio Araújo e Geraldo Maas.

Setor e atividade atual: Atualmente sou responsável técnico da produção de sementes, encaminho documentação ao Ministério da Agricultura, faço as documentações necessárias para a venda de sementes, participo nas reuniões técnicas das empresas fornecedoras de genéticas, ajudo na programação da produção da próxima safra de sementes, sou responsável pela parte técnica organizacional dos dias campo, faço vistoria das lavouras, represento a diretoria quando eles não podem participar e apoio nas decisões das compras de sementes dos clientes.

A Van Ass é: É parte importante da minha vida, são muitos anos de trabalho, dedicação e realização profissional. É sonho de todo o profissional, me identifico muito nas atividades que exerço.

Fato marcante na empresa: Me marcou muito o falecimento de um dos patrões, o Leonardus Van Ass.

Realização profissional: Quando fui convidado pela Apassul, de Rivera, para palestrar no encontro de produtores e responsáveis técnicos do RS, Uruguai e Paraguai. Foi uma grande oportunidade.

Nas horas livres: Gosto de praticar tiro esportivo.

Colegas: Os colegas que tenho aqui são uma segunda família para mim. Sempre que puder, vou ajudá-los.

A família: É o mais importante na minha vida.

Um sonho: Ficar bem velhinho com saúde e ser feliz.

Uma mensagem: Quando estiverem trabalhando, vistam a camisa da empresa, coloquem o coração naquilo que fazem para ter realização profissional.