25 Mai 2020

Tendo como palestrante o engenheiro agrônomo, doutor em Ciência do Solo e presidente da Drakkar, Alan Acosta, a Van Ass Sementes promoveu, na noite do dia 19 de maio, uma live sobre “Manejo e Equilíbrio Nutricional de Solos.”

Para contextualizar a Agricultura Precisão a nível nacional, o convidado apresentou uma pesquisa de doutorado realizada pelo professor da Universidade Federal de Santa Maria, Canrobert Kumpfer Werlang, no ano de 2018, que levantou os seguintes dados:

- 97,8% dos produtores utilizam a coleta georreferenciada, ou seja, preferem os mapas de fertilidade.

- A maioria dos entrevistados, tanto produtores quanto prestadores de serviços, concordam que há uniformidade da área pela agricultura de precisão.

-  Em relação à satisfação sobre os projetos de precisão, mais de 70% responderam que estão satisfeitos.

- Mais de 90% não abandonaria a forma como está sendo realizada a agricultura de precisão.

Para alcançar o equilíbrio nutricional do solo, o engenheiro explicou que é preciso boa adubação e atividade biológica: “O solo só fica vivo se tiver o resíduo orgânico, que é o combustível dos microorganimos os quais fazem o desenvolvimento da vida no solo”. Também, segundo ele, é necessário realizar uma boa amostragem representativa, executar uma análise simples ou análise de precisão horizontal e vertical e, para completar, até estudos sequenciamento de DNA para medir a microdiversidade já estão sendo possíveis.

Em sua apresentação, enfatizou que o solo equilibrado não garante a produtividade, pois a produtividade está relacionada vários outros fatores, por exemplo, à genética, ao clima e ao manejo. Entretanto, o solo é base de muitos desses fatores.

Para obter-se um solo equilibrado, Acosta destacou que é necessário “tempo”: “É preciso aplicar calcário, fósforo, potássio, entre outros componentes. Normalmente, no primeiro ano os resultados não são muito substanciais. Acontecem, mas não em grandes proporções”.

Dados levantados na análise do solo da Granja Limburgia, da Sementes Van Ass, demostrou a evolução gradual da melhoria da produtividade do solo, considerando os níveis de potássio e fósforo que foram aplicados anualmente, chegando a excelentes resultados.

Os benefícios da jornada de preparação do solo, de acordo com o empresário, são redução de custos, aumento da eficiência de recursos, mais precisão, possibilidade de analisar os nutrientes, geração de conhecimento e aumento do nível de exigência com aplicação de mais tecnologia e serviços.  

E, para finalizar sua explanação, apontou alguns dos desafios durante e pós-pandemia do Coronavírus, que são a inserção das gestões financeiras, de processos, de pessoas, de dados, da informação e a ampliação da digitalização no agronegócio.

Apesar de tudo estar caminhando cada vez mais para o digital e o virtual, Alan acredita que as pessoas são essenciais em todos os processos: “Para mim as pessoas são tão importantes quanto os computadores, pois quem vai apertar o último botão ainda será o humano. E ele vai ter que saber qual botão apertar e em qual momento apertar”.

Após a palestra, o bate-papo continuou com a participação de um grande número de internautas, os quais fizeram perguntas sobre as questões relacionadas à produtividade do solo.

Alexandre Van Ass, diretor da Van Ass Sementes, que conduziu a live, agradeceu a participação de Alan Acosta, presidente da Drakkar, que há muito tempo é parceira: “Nosso muito obrigado ao Alan que engrandeceu o nosso evento. E dizer que você tem uma grande participação nos resultados que viemos alcançando nos últimos anos. Agradeço ainda à toda a equipe da Van Ass pelo empenho em convidar nossos clientes e organizar essa live”.

Também enfatizou a visão da empresa em levar a informação para seus clientes: “Agradecemos a todos que estiveram conosco e esperamos que tenha sido uma oportunidade de aprimoramento sobre o tema. Ficamos felizes em poder compartilhar o que já construímos, com o intuito de crescermos juntos na comunidade e na agricultura, para sermos melhores”.

A live completa está disponível tanto no canal do Youtube como na fanpage da Van Ass Sementes no Facebook.