Mulheres Protagonistas: Lydia Vera Van Ass
07 Mai 2021

Em comemoração ao Dia das Mães, destacamos duas mulheres de pulso forte e competentes que trabalharam na Van Ass Sementes: Gerarda Barbara Maria Rietjens Van Ass e Lydia Vera Van Ass. Mulheres protagonistas que ao longo dos anos deixaram um legado de humildade, coragem e superação.

Hoje vamos conhecer um pouco da trajetória de Lydia Vera Van Ass, uma mulher sábia que escolheu formar primeiramente a família e criar os filhos para depois escolher o momento certo para ingressar na empresa. É vista por todos que a conhecem como uma pessoa tranquila, humilde e determinada. Mãe, avó e profissional que é exemplo de dedicação e presteza.

Nos conte um pouco, dona Lydia, como e quando iniciou suas atividades na Van Ass Sementes? Eu já era casada com Hermanus Van Ass e meus filhos Alexandre, Fábio, Cristiano e Leslie, já eram criados. Comecei no ano de 1981, indo alguns dias na semana, para fazer os adiantamentos salariais dos funcionários e ajudar a calcular os cartões ponto. Em 1991, passei a trabalhar diariamente dentro do escritório, até o ano de 2010.

Quais eram as suas atribuições? Eu fazia diversas atividades no setor Financeiro.

Quais eram as principais dificuldades no trabalho? Usar as ferramentas tecnológicas que eu nunca tinha tido acesso, como o computador, foi uma conquista.

E que desafios foram superados e que aprendizados trouxeram? O maior desafio que enfrentei foi quando fomos enganados por um sócio de uma empresa revendedora de insumos. Com isso, aprendi que devemos saber lidar e superar com sabedoria as adversidades que surgem no nosso cotidiano.

Como foi conciliar o trabalho com a família? Foi ótimo, pois as crianças já estavam grandes e não dependiam mais de mim. O meu envolvimento no escritório possibilitou que eu interagisse nas conversas e nos assuntos do negócio, ficando a par de tudo.

Naquele período que começou a trabalhar na empresa, a mulher ainda não tinha tanto espaço no mercado de trabalho, mesmo numa empresa familiar. Como conseguiu ser reconhecida e valorizada pelo seu trabalho? Eu realizava as atividades operacionais e meu esposo tomava as decisões. Era um trabalho em conjunto. Acredito que o reconhecimento e a valorização vieram pelo esforço que tive em aprender e a seriedade com que conduzi minhas atividades.

Do que sente saudades? Sinto muita saudade do convívio com as pessoas que trabalhavam comigo. Histórias muito bacanas que até hoje quando nos encontramos, lembramos e rimos juntos.

Como é olhar o início da empresa e ver a Van Ass Sementes ter sua marca consolidada no mercado agrícola? É muito gratificante olhar para trás e ver que enfrentamos muitas dificuldades, mas conseguimos superá-las, driblar os obstáculos e intempéries. A maior alegria é poder ver os quatro filhos envolvidos no negócio e levando a empresa adiante, sempre seguindo os princípios de qualidade que tanto primamos.

Que mensagem gostaria de deixar para as mulheres, que cada vez mais estão conquistando seu espaço na sociedade? Que nunca desistam, se preparem e sigam sempre confiantes para alcançarem seus sonhos.